Os relatos deste diário foram produzidos via áudio e fotos enviados por Whatsapp

De Pedro Leal para Rodrigo Édipo

Dia 03/01/15 - 09h51 (Montevideo)

Man, cheguei em Montevidéu e já lá de cima do avião tem muito muito muito campo de futebol na cidade... fiquei impressionado com a quantidade... nesse momento eu tô aqui na parada de ônibus do aeroporto e tem uma roda de taxistas e os caras estão falando de futebol nas alturas, falando de Messi, da Argentina, falando também de Neymar, muito legal, muito legal...

11h51

Já conheci uma galera aqui, vai rolar uma pelada mais tarde!

15h40

Mercado do Porto | Uruguai respira futebol

Mercado do Porto | Uruguai respira futebol

22h19

Pedro & Eduardo no Hostel Unplugged

Pedro & Eduardo no Hostel Unplugged

Meu irmão, esse cara que eu conheci no hostel se chama Eduardo (Gordillo), ele é um Peruano, apaixonado por futebol, colecionador de camisas (tem mais de trezentas) e veio aqui pra trocar camisas com um conhecido. Trabalhou muito tempo na base do Sporting Cristal, time de coração dele, trabalhando com crianças. Hoje em dia ele tem um projeto social com crianças no Peru, o EGB (The Esther Grande de Bentin Sports Club) que promove a formação integral para crianças e adolescentes através do futebol. Desenvolvendo habilidades, atividades físicas, emocionais, intelectuais e sociais. Conversamos muito e ele me deu de presente (foto abaixo) uma medalha de um campeonato juvenil, uma revista do Sporting Cristal, uma revista do EGB (…) A missão do EGB, que é muito #lovefutbol, é promover liderança, trabalho em equipe, honestidade, perseverança, lealdade, solidariedade, disciplina, responsabilidade… o slogan deles é: “Ainda há gente que crê no Peru… nas crianças do Peru… nos sonhos e nas estrelas”… dei de presente pra ele uma camisa do meu time e uma da love.fútbol...

Regalos de Eduardo para Pedro

Regalos de Eduardo para Pedro

Hoje também tirei umas fotos de crianças jogando futebol na rua aqui em Montevidéu e te mando logo mais. Amanhã vou pra Colonia (de Sacramento) e posto de lá... por aqui eu tô sem tempo.

Dia 06/01/15 - 20h46 

Esse meu período no Uruguai está sendo aquilo que te falei assim que cheguei, me impressionou como o primeiro contato que tive com a cultura do país foi o futebol com aquela conversa dos taxistas… nós brasileiros vivemos no "país do futebol", mas existem outros países que amam o futebol, por muitas ruas que passei, aqui vi muitas camisas de time pela cidade, tatuagens de clubes, muito futebol na rua… tive oportunidade de conhecer o Candombe (foto e vídeo abaixo), uma manifestação cultural do Uruguai, que tem matriz africana e enquanto os tambores estavam rolando um cara no meio de tudo jogando futebol.. muito bonito.

10897737_10205952158947871_5797949599150254133_n.jpg

20h53

Crianças jogando futebol em uma praça de Montevidéu

Crianças jogando futebol em uma praça de Montevidéu

20h56

lf street soccer em Montevidéu

lf street soccer em Montevidéu

Futebolzinho na Praia de Ramirez (Montevidéu)

Futebolzinho na Praia de Ramirez (Montevidéu)

Dia 06/01/15 - 22h

Aqui em Colônia do Sacramento senti a mesma vibração que senti em Montevidéu. O futebol é muito forte, está em todo canto. Ontem eu fui lanchar e conheci uns caras que estavam falando sobre futebol e que conheciam o Náutico, o Santa Cruz e o Sport (Club do Recife)... disseram que acompanham muito o futebol brasileiro. Todo mundo é apaixonado por futebol aqui, uma cidadezinha pequena, e eu fiquei muito impressionado com o espírito #lovefutbol que paira por aqui. Essa foto (abaixo) que tô enviando com a galera fazendo uma rodinha de futebol é aqui em Colonia Del Sacramento, eles tão jogando na superfície de areia dentro do Rio da Prata. Muito bonito!

Rodinha de futebol no Rio da Prata

Rodinha de futebol no Rio da Prata

É isso, cara! Na Argentina (próximo destino de Pedro), eu te conto qual foi a primeira impressão que tive. Um abraço!


Gostou do artigo? Compartilhe com seus amigos e amigas e ajude-nos a espalhar a missão da love.fútbol para mais pessoas! :)


Quer contribuir com a missão de fortalecer comunidades através da paixão pelo futebol?

Comment