Que jogar futebol é divertido, faz bem à saúde, é apaixonante e estimulante, muita gente sabe e sente. O que talvez nem todo mundo tenha informação é que há pessoas no mundo inteiro usando o futebol como plataforma para trabalhar temas complexos, que vão desde questões de gênero à educação sexual. A isso se dá o nome de futebol educacional. Sim. O esporte pode ir muito além das regras e tarefas próprias a ele. Pode servir como pano de fundo e ferramenta lúdica para colocar as pessoas em contato com temáticas sociais importantes e que não são abordadas facilmente no cotidiano.

A gente reuniu alguns exemplos de iniciativas que usam o futebol dessa maneira.

Guerreiras Project

Organização social com foco em usar o futebol para trabalhar as normas sociais de gênero. "Pesquisas revelam que códigos rígidos de masculinidades e feminilidades tradicionais contribuem com resultados fracos na educacao e saúde reprodutiva, bem como com violência de genero e sexualidade – seja contra mulheres, ou homofobia." Pensando nisso, a Guerreiras usa o discurso do futebol para dialogar a igualdade de gênero. 

Em novembro de 2012, love.fútbol e Guerreiras Project fizeram uma ação no Recife, em Brasília Teimosa. Vocês podem conferir um pouco do que foi e conhecer melhor um pouco do trabalho da Guerreiras.

Futebol em Três Tempos

A rede streetfootballworld apresenta uma forma especial de jogar futebol. O jogo acontece, como nome já diz, em três momentos. No primeiro, os participantes debatem e definem as regras do jogo. No segundo, é a hora da partida mesmo. Por último, é a hora da avaliação, em que se verifica e discute se as regras estabelecidas foram cumpridas. 

Futebol contra HIV-AIDS

Uma técnica está usando o futebol para conscientizar mulheres sobre o vírus HIV, na Uganda. Entre atividades de treino, Majidah Natanda introduz a temática da prevenção e informações sobre a doença. A iniciativa é da organização Growing the Game for Girls, que trabalha com projetos para diminuir a discriminação e promover a inclusão social.

Nessa reportagem da CNN (em inglês), é possível ver Majida em ação.


Gostou do artigo? Compartilhe com seus amigos e amigas e ajude-nos a espalhar a missão da love.fútbol para mais pessoas! :)


Quer contribuir com a missão de fortalecer comunidades através da paixão pelo futebol?

Comment