#JogodoBem 2017: time de voluntários deu show

Dividindo-se em tarefas variadas, como o suporte ao público, atletas e crianças, operações de logística e venda de produtos, os cerca de 100 voluntários mobilizados para a 2ª edição do Jogo do Bem foram, mais uma vez, fundamentais para que tudo saísse conforme o esperado na Arena de Pernambuco.

Em todos os lados para onde se olhava, era possível ver a alegria e a dedicação das pessoas que vestiram a camisa do projeto. Três integrantes da nossa equipe de voluntariado contam um pouco do que sentiram fazendo parte do Jogo do Bem.

 “Foi massa demais trabalhar para a realização de um dia tão especial para aquelas crianças. De ver elas empolgadas com a movimentação dos jogadores e dos famosos. Foi gratificante ver Stephany (adolescente que participa do Projeto Sensação, em São Lourenço da Mata) entrando em campo e jogando com caras de Seleção Brasileira. Estou esperando ansiosa pela oportunidade de participar novamente de ações com a love.fútbol e com o Novo Jeito, porque é inspirador ver tanta gente querendo fazer o bem.”  -  Rafaela Inácio, estudante de Enfermagem.

“Foi massa demais trabalhar para a realização de um dia tão especial para aquelas crianças. De ver elas empolgadas com a movimentação dos jogadores e dos famosos. Foi gratificante ver Stephany (adolescente que participa do Projeto Sensação, em São Lourenço da Mata) entrando em campo e jogando com caras de Seleção Brasileira. Estou esperando ansiosa pela oportunidade de participar novamente de ações com a love.fútbol e com o Novo Jeito, porque é inspirador ver tanta gente querendo fazer o bem.”

-  Rafaela Inácio, estudante de Enfermagem.

 “É uma honra pra mim fazer parte da equipe de voluntários. Quando a gente se mexe, o mundo se mexe com a gente. Ver o sorriso das crianças e a galera reconhecendo o trabalho nos bastidores não tem preço. Me sinto parte integrante da love.fútbol e fico feliz de saber que as ações são sempre feitas com muito carinho por todos. Ano que vem, estarei junto mais uma vez."  - Darlinton José, assistente administrativo.

“É uma honra pra mim fazer parte da equipe de voluntários. Quando a gente se mexe, o mundo se mexe com a gente. Ver o sorriso das crianças e a galera reconhecendo o trabalho nos bastidores não tem preço. Me sinto parte integrante da love.fútbol e fico feliz de saber que as ações são sempre feitas com muito carinho por todos. Ano que vem, estarei junto mais uma vez."

- Darlinton José, assistente administrativo.

 “É muito bom fazer parte de um evento como esse, não só pela grandeza de ser um jogo sediado em um estádio de Copa do Mundo, mas também pela quantidade de pessoas que são impactadas com ele. Contribuir com voluntariado representa auto-conhecimento. Você consegue uma abertura para conhecer características pessoais que talvez não soubesse que tinha, ou não parasse para analisar tanto. A troca de experiências com as crianças, as comunidades e outros voluntários é sempre valiosa e engrandecedora. Que venha 2018!”  - Higo Paraíso, profissional de Educação Física, voluntário do Jogo do Bem pela segunda vez.

“É muito bom fazer parte de um evento como esse, não só pela grandeza de ser um jogo sediado em um estádio de Copa do Mundo, mas também pela quantidade de pessoas que são impactadas com ele. Contribuir com voluntariado representa auto-conhecimento. Você consegue uma abertura para conhecer características pessoais que talvez não soubesse que tinha, ou não parasse para analisar tanto. A troca de experiências com as crianças, as comunidades e outros voluntários é sempre valiosa e engrandecedora. Que venha 2018!”

- Higo Paraíso, profissional de Educação Física, voluntário do Jogo do Bem pela segunda vez.